26 junho 2017






Depois do beijo inaugural
o ângulo agudo fica obtuso,
todas as palavras acentuadas e esdrúxulas.
Depois, o mundo do avesso,
sentes-te um menino travesso,
percebes que há coisas sem preço,
e escolhes sempre a doçura.




Raquel Serejo Martins







2 comentários:

  1. josé luís, este poema é especialmente bonito... e nem é preciso saber geometria para se perceber isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (quase) tão bonito como o quadrado da hipotenusa ;)

      Eliminar