11 março 2018





damos nome às coisas
que reconhecemos.

o que só existe dentro de nós
também tem nome
porque para se ter nome não
é preciso ter visto o sol.

há nas profundezas mais fundas
peixes às escuras
com luz própria.

quando alguém descobre um destes seres,
faz uma festa e compõe
um nome em latim.






André Tecedeiro





Sem comentários:

Enviar um comentário