17 dezembro 2017






chega dezembro e começam as listas "best of...". e o melhor disco que ouvi neste ano, 
dentro dessa vasta e indefinida área a que chamam jazz, foi sem dúvida "blue maqams" 
de anouar brahem, muito por estar nessa ténue fronteira entre uma certa tradição do género 
e a música mais étnica. melhor que tudo será "ouvê-lo" na gulbenkian em abril do ano que vem.







4 comentários: