04 março 2015






aqui falei deste célebre tema de piazzolla, a que retorno vezes sem conta. recentemente ouvi esta versão, que considero extraordinária, porque greg anderson e elizabeth joy roe não só recriam e adaptam a composição para piano a quatro mãos como ainda conseguem, tocando, a intimidade cúmplice para dançar o tango. 







2 comentários: