19 novembro 2015





Se tivesse carta





Se tivesse carta, faria sentido comprar um automóvel; poderia, então,
meter o sofrimento na mala e abandoná-lo num outeiro.






Miguel Martins







6 comentários: