10 setembro 2015





Tisana 28



Era uma vez duas serpentes que não gostavam uma da outra. Um dia encontraram-se num caminho muito estreito e como não gostavam uma da outra devoraram-se mutuamente. Quando cada uma devorou a outra não ficou nada. Esta história tradicional demonstra que se deve amar o próximo ou então ter muito cuidado com o que se come.






Ana Hatherly






8 comentários:

  1. Antes assim fosse e não sobrassem cobras a ameaçar pelos caminhos.


    Boa noite, José Luís. :)

    ResponderEliminar
  2. Uma possibilidade não tem de excluir a outra.
    [Está bem esgalhada, sim. ;)]

    ResponderEliminar
  3. Gosto tanto! Tenho que ir a correr comprar uns livros dessa Senhora!

    ResponderEliminar