12 junho 2015





Como velas de um barco




Ao entrar, o vento enfuna as cortinas
como velas de um barco. Mas o barco
não se move, ainda que os ventos
pareçam favoráveis. Há já anos
que viajo só a bordo desta nave.
E pergunto-me que problema técnico
a mantém ancorada neste nada.
Assim não poderemos encontrar-nos
apesar de o vento ser favorável,
do meu experiente manejo do leme
e da minha ânsia de chegar ao porto.






Amalia Bautista





2 comentários:

  1. Há problemas técnicos difíceis de resolver. Mas não impossíveis;)
    Bom fim-de-semana, josé luís!

    ResponderEliminar