13 junho 2015











“Enfim, que havemos de pregar hoje aos Santos? Nunca pior auditório. Ao menos têm os Santos duas boas qualidades de ouvintes: ouvem e não falam. Uma só cousa pudera desconsolar ao pregador, que é serem gente os Santos que se não há-de converter(…)”

(do ‹‹Sermão do Peixe aos Santos Antónios››)





Sem comentários:

Enviar um comentário