15 maio 2015






as sextas-feiras também são dias de azuis.
riley ben king era o último dos grandes bluesmen ainda vivos. teve um nascimento verdadeiramente icónico: numa plantação de algodão no mississippi rural profundo. cedo ganhou a alcunha de "blues boy king" (e daí a abreviatura do seu nome). dele, john lennon e jimi hendrix disseram ser o melhor guitarrista que alguma vez tinham ouvido.
uma noite houve um incêndio numa sala onde actuava. toda a gente foi evacuada mas ele voltou atrás para tentar salvar a guitarra. mais tarde soube que o fogo começara devido a uma discussão por causa de uma jovem chamada lucille 
- e daí em diante todas as suas guitarras tiveram esse nome. 
na tristeza da notícia da sua partida aos oitenta e nove anos (imagino-o no céu, com a nova harpa "lucille", a tocar azuis celestes no meio de anjos maravilhados) ocorre-me esta pergunta: quão triste (aliás azul) consegues ficar?



riley ben king (1925-2015…(… 





4 comentários:

  1. O meu comentário é irrelevante e muito batido, mas há pessoas que não deviam morrer-nos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. morreu? impossível, ainda há pouco o ouvi ;)

      Eliminar