09 novembro 2013









Um homem que, ao espelho, veja reflectido um homem em vez de um labirinto, não está a ver um homem. 
Está a ver um reflexo.








Afonso Cruz











3 comentários:

  1. o melhor elogio que posso fazer a esta espécie de aforismo, é acreditar que borges, um cego que temia os espelhos, não desdenharia ser o seu autor.

    ResponderEliminar
  2. tenho que comprar o livro!!

    ResponderEliminar
  3. surpreendente - e muito bom, ana rita. provavelmente o melhor livro de autor português deste ano.

    ResponderEliminar