13 junho 2013









os fabulosos irmãos pessoa 






alberto ergueu a mão e tentou esconder o sol abrasador, voltando a recordar o pastor sem rebanhos que naqueles últimos dias não lhe saía do pensamento


o gesto não passou despercebido a álvaro, que julgou ver nele um impulso dinâmico provocado por esse estranho mecanismo de músculos e tendões encerrado num braço humano


ali perto, à sombra de uma árvore, ricardo despertara envergonhado de um vago sonho amoroso, e olhando para eles disfarçara o remorso num suspiro


suspirar de sofrimento pelo mal de poder sofrer, foi o que bernardo sentiu, percebendo que andava desassossegado por estar no campo com eles


fernando estava muito longe dali, num café da cidade, levando um copo aos lábios... mas naquele preciso momento pensou nos irmãos e, pela primeira vez na sua vida, desejou ser filho único








(versão não revista e sempre por aumentar)



Sem comentários:

Enviar um comentário