15 maio 2013







não é importante recordar que também se morre na imortal veneza, podemos esquecer o olhar de gustav, o do filme, enquanto tadzio anda sobre a água na praia, não pensar na imagem de thomas sentado a escrever e também esquecer que gustav, o da música, costumava referir que ninguém tinha percebido o adagietto da sua quinta sinfonia...
basta ter presente que por vezes, em breves e raros momentos, o tempo pára, e nesse instante o céu desce à terra e nos tornamos um só com ele.











1 comentário:

  1. Vi esta cena há pouco tempo e gosto tanto da sinfonia de Malher a condizer com a tristeza do olhar do grande actor Dirk Bogarde

    ResponderEliminar