05 janeiro 2013







pertenço àquela (imensa?) minoria dos que sempre preferiram o trompete ao saxofone.
não é um instrumento fácil de tocar nem de saber ouvir, muito por causa do timbre inerente.
mas também sei que é talvez o melhor veículo para demonstrar o génio e o virtuosismo no jazz.
dois dos melhores exemplos são este e o da grande galinha gorda:


(é mesmo, outra grande canção sem palavras...)





Sem comentários:

Enviar um comentário