12 novembro 2012






sempre em busca de um nocturno mais-que-perfeito, 
recordo esta canção sem palavras (quase a completar quatro décadas)








Sem comentários:

Enviar um comentário